Prefeitura de Juquiá realiza horta educativa em unidade municipal de ensino

“O projeto tem como objetivo fortalecer o trabalho educacional voltado à formação de valores sociais, culturais e alimentares, sendo um instrumento pedagógico para saúde, cidadania e qualidade de vida”.

No dia 18 de maio teve início em Juquiá o “Projeto Horta Educativa”, uma atividade desenvolvida pelo Fundo Social de Solidariedade em parceria com as Secretárias de Agricultura e Meio Ambiente e de Educação e Cultura. O projeto tem como objetivo fortalecer o trabalho educacional voltado à formação de valores sociais, culturais e alimentares compatíveis com a preservação da cultura do país, do meio ambiente e da promoção de hábitos alimentares saudáveis, sendo um instrumento pedagógico para a compreensão da relação meio ambiente e alimentação saudável, relacionando-os à saúde, cidadania e qualidade de vida.

A Horta Educativa consiste em implantar hortas educativas em unidades de ensino públicas, que atendam crianças entre a pré-escola (a partir de 4 anos) até o 4º ano do ensino fundamental, como um instrumento de educação ambiental e alimentar de forma interdisciplinar e vivenciada.

Para o secretário de Educação e Cultura, Junior Cruz, a Horta Educativa é importantíssima para o desenvolvimento da compreensão de uma alimentação saudável. Quando as crianças participam do preparo da terra, do plantio, do cuidado e da colheita das verduras e legumes, elas passam a ser mais receptivas na inclusão desses itens em sua alimentação no dia a dia. Os pais e merendeiras relatam que estão muito entusiasmados diante da mudança da postura das crianças na hora se servirem em casa ou na escola”, declarou Junior.

"O Programa Horta Educativa é uma das mais louváveis plataformas de interação sócio ambiental, sendo uma oportunidade ímpar para que crianças, corpo docente, e demais colaboradores das unidades escolares municipais vivenciem de maneira prática, a importância da alimentação saudável, da preservação dos recursos hídricos, a interação com a terra, e a valorização do trabalho em equipe, e ainda a inserção de valores sociais, além do Programa proporcionar também a possibilidade de fornecer subsídios para interação junto a horta, com as disciplinas rotineiras e conteúdos vistos em sala de aula, sendo o espaço, um verdadeiro laboratório vivo”, explicou Rafael Guimarães (Secretário de Agricultura e Meio Ambiente).

Segundo a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Juquiá, Laumar Soares, a atividade visa fortalecer o trabalho educacional voltado à formação de valores sociais, culturais e alimentares compatíveis com a preservação da cultura do país e do meio ambiente. Para a Primeira-dama o intento integra a partir da horticultura, os diferentes conteúdos curriculares da educação infantil, além de incentivar a adoção de hábitos alimentares saudáveis e sensibilizar os alunos a respeito da importância da boa alimentação para um crescimento saudável, divulgando os alimentos oriundos de cada ecossistema da região.

Na oportunidade o Projeto Horta Educativa atendeu a Escola João Veiga Martins, com a distribuição de kits de sementes e material pedagógico para implantação de uma horta, sendo atendidas centenas de crianças.

24 MAI 18