Outras Notícias

Mais uma conquista para nossa cidade

Juquiá terá curso superior gratuito

A partir do próximo ano teremos em Juquiá um Polo da UNIVESP - Universidade Virtual do Estado de São Paulo. O Prefeito Renato Soares solicitou ao Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Márcio França, e ao Deputado Estadual, Caio França, e esta semana foi publicado o Edital contemplando nossa cidade.

A princípio serão 4 Cursos de Graduação em Ensino Superior, com duração de 4 anos, sendo: Engenharia de Produção, Engenharia de Computação, Licenciatura em Pedagogia e Licenciatura em Matemática.

Estes cursos serão ministrados por docentes da USP, Unicamp e Unesp. Em breve serão divulgados mais detalhes e a data do vestibular.

Mudança no trânsito

RUA ANTONIO FERREIRA DE AGUIAR VOLTARÁ A SER MÃO DUPLA.

Atendendo a inúmeros pedidos de moradores, comerciantes e da população em geral, a Prefeitura Municipal, por meio do Setor de Trânsito irá liberar o tráfego em mão dupla na Rua Antonio Ferreira de Aguiar.

Esta é uma reivindicação antiga, e após estudos, verificou-se a necessidade e a possibilidade de tal liberação para o acesso à parte central da cidade.A liberação será a partir de hoje.

Motoristas participam de palestra promovida pelo SEST/SENAT 

Na noite desta Segunda-Feira (29/05/2017), os motoristas da Prefeitura Municipal de Juquiá participaram da palestra promovida pelo SEST/SENAT - Unidade de Registro-SP, em atenção à Campanha "Maio Amarelo".

Objetivo:  O Movimento MAIO AMARELO nasce com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito de todo o mundo. O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e, mais do que chamar a atenção da sociedade sobre os altos índices de mortes, feridos e sequelados permanentes no trânsito no país e no mundo, mobilizar o seu envolvimento e também dos órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações, sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que o tema exige, nas mais diferentes esferas. O “MAIO AMARELO” estimula você a promover atividades voltadas a conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. Vale ressaltar que o MAIO AMARELO, como o próprio nome traduz, é um movimento, uma ação, não uma campanha, ou seja, cada cidadão, entidade ou empresa pode utilizar o laço do “MAIO AMARELO” em suas ações de conscientização tanto no mês de maio, como, na medida do possível, durante o ano inteiro.