Campeonatos de atletismo da colônia japonesa agitam finais de semana em Juquiá

“Além das diversas modalidades do concorrido campeonato, o evento propicia a evidência da gastronomia japonesa”.

A cidade de Juquiá sediará no dia 22 de julho, o 51º Campeonato de Atletismo Infanto-Juvenil, e no dia 29/07, o 72º Campeonato Adulto – Sênior – Veterano e Damas. As competições são realizadas pela Liga Esportiva Nipo-Brasileira da linha Santos-Juquiá, composta pelas cidades de Ana Dias, Itariri, Pedro de Toledo, Miracatu e Juquiá. Durante as competições de atletismo, serão realizadas várias provas de pistas e de campo, onde participarão atletas de várias categorias, com idades que vão de 5 até 80 anos. As tradicionais competições são realizadas pelas colônias japonesas há mais de 70 anos, e a cada ano a sede provisória é transferida para uma das cidades que faz parte da liga, dessa forma a cada cinco anos, Juquiá se torna a cidade-sede.

As competições contam ainda com as modalidades de voleibol masculino e feminino, realizado no mês de agosto, futebol de campo em setembro e futsal no mês de outubro.

Nos dias das competições, o Kaikan de Juquiá estará servindo durante todo o dia o melhor da culinária japonesa, com os famosos pratos que já conquistaram diversos paladares, como por exemplo: yakissoba, sobá, sushi, tempurá, harumaki, entre outros.

Com o apoio da Prefeitura Municipal e da Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer, este ano, todos os eventos serão realizados na Vila Olímpica Dondinho e terá início programado para às 8h00.

Segundo o vice-prefeito e membro do Kaikan de Juquiá, Gilberto Matsusue, essa atividade reúne a população com um todo, comunidades nipo-brasileiras da região em um belo evento, tendo um importante papel para a preservação e divulgação da cultura japonesa para as gerações futuras de nipo-brasilienses.

“É muito importante mantermos nossas culturas, a cultura nipo é tradicional em Juquiá e em todo o Vale do Ribeira. As atividades além movimentarem nossa cidade no âmbito esportivo trazem a culinária japonesa, que fazem parte desse evento tradicional e de sucesso regional”, concluiu Renato Soares. 

18 JUL 18